Blog - Saga Seguros

É Setembro Amarelo na Saga Seguros

28/09/2021

A Saga Seguros preza por você cada vez mais seguro. E, por essa razão, estamos aqui neste mês de setembro, especialmente, para falar do Setembro Amarelo, que é o mês de debate sobre a prevenção ao suicídio.

De acordo com os especialistas, o suicídio pode ser evitado, assim como o tratamento correto de transtornos psiquiátricos também pode salvar vidas.

No entanto, infelizmente, ainda existem em nossa sociedade uma cultura que precisa ser desmistificada e um tabu que necessita ser superado: o de se debater e discutir o suicídio, como forma de evitá-lo em nossos círculos íntimos de convivência.

Para isso, é fundamental o auxílio de médicos e demais profissionais de saúde e educação, a fim de que possa haver o tratamento e a instrução adequados aos pacientes e aqueles que o cercam.

Antes de aprofundarmos em aspectos relacionados ao tratamento e à instrução, vamos conhecer um pouco sobre a evolução desse tema em nossa sociedade.


Histórico da prevenção ao suicídio

Até pouco tempo atrás, por volta das décadas de 1970 e 1980, o suicídio não era tratado ou reconhecido pelas autoridades como um problema de saúde pública.

Isso porque, ao longo de muitos anos, o suicídio era visto como uma causa externa de mortalidade, à sombra das mortes elevadas que se tinha por homicídio e acidentes de carro.

No entanto, com o crescimento dos índices de mortes por suicídio, viu-se a necessidade de se discutir este tema com mais seriedade e profundidade.

Disso nasceu, entre outras ações, o “Setembro Amarelo”.


A origem do “Setembro Amarelo”

O “Setembro Amarelo” surgiu nos Estados Unidos a partir da história de Mike Emme, um jovem que era conhecido por ter uma personalidade terna, carinhosa e amiga.

Uma das marcas que faziam Mike Emme conhecido entre os amigos era o seu carro, um Mustang 68, restaurado e pintado por ele próprio. A cor que escolheu para o carrão? Amarela.

Em 1994, Mike, então com 17 anos, suicidou-se. A família e os amigos não perceberam os sinais que ele dava de que pretendia tirar a própria vida.

No funeral, os amigos prepararam uma cesta de cartões e fitas amarelas com a seguinte mensagem: “se precisar, peça ajuda”. A partir disso, a ação ganhou popularidade e mídia, tendo se expandido pelo país. 

Com isso, diversos jovens passaram a utilizar cartões amarelos para pedir ajuda a pessoas próximas, e a fita amarela restou escolhida como símbolo do programa que incentiva a busca de ajuda por aqueles que têm pensamentos suicidas.

Quase 10 anos depois da morte de Mike, em 2003, a Organização Mundial de Saúde (OMS), institui o dia 10 de setembro como Dia Mundial da Prevenção ao Suicídio, e o amarelo do Mustang de Mike acabou sendo a cor escolhida para a campanha.


Os sinais para identificar sofrimentos que podem resultar em suicídio

Segundo os especialistas no tema, existem alguns sinais amarelos de sofrimento que podem levar ao pensamento suicida. Veja quais são:

VARIAÇÃO DE HUMOR: Fique atento se a pessoa está muito triste nos últimos tempos e se abandonou as atividades que realizava.

QUEDA DE RENDIMENTO: Outro sinal para se atentar é a queda no rendimento, não conseguindo mais, a pessoa, a ter a produtividade de outrora.

ADEUS CONSTANTE: Note se a pessoa se despede com frequência, se fala de morte com alguma regularidade e se faz uso de frases como “caso aconteça algo comigo...”, “o mundo estaria melhor se eu não estivesse nele...”.

NEGAÇÃO: Um ponto de alerta também é a recusa de alimentos durante as refeições ou das doses de remédios.

ACIDENTES: Veja se aparecem machucados e cortes na pele que não tenham justificativa aparente.

ISOLAMENTO: Se a pessoa prefere evitar encontros sociais e recusa convites com frequência, abra o olho.

HISTÓRICO: Se o sujeito teve ansiedade ou depressão no passado, é importante que se tenha cuidado redobrado, por causa dos riscos de recaída.


Algumas formas de apoiar uma pessoa com pensamentos suicidas 

OUÇA: Converse com empatia e respeito com seu ente querido ou amigo sobre as aflições e incômodos dele.

ATIVIDADES: Proponha exercícios que distraiam a mente e tirem o foco de todas as questões negativas da vida.

AFETO: Abrace, beije, demonstre de todas as maneiras como aquela pessoa é importante para você e para todas as que estão ao redor dela.

LIGAÇÃO: Conhece o CVV? É o Centro de Valorização da Vida. Ele está disponível 24 horas por dia durante toda a semana. O número do telefone é o 188.

A Saga Seguros quer você e todos ao seu redor seguros! Se você ou alguém que conhece possui pensamentos suicidas, não hesite, peça ajuda! Isso pode salvar uma vida!

Ficou curioso para saber o valor do seu seguro?

Solicite seu orçamento!